Opinião

COMPARTILHE

Como evitar o golpe do falso emprego

O número de vítimas de falsas vagas de emprego tem crescido vertiginosamente no Brasil

Por Paula Pedrosa

13 Fev 2019, 19h54

Crédito: Divulgação

Como evitar golpes de vagas falsas? Como descobrir se uma oferta de trabalho é verdadeira?

Ofertas falsas de emprego são comuns em qualquer época, mas aumentam consideravelmente em tempos de crise econômica, por conta do alto índice de demissões, que faz muita gente procurar vagas desesperadamente.

O número de vítimas de falsas vagas de emprego tem crescido vertiginosamente no Brasil, afetando principalmente pessoas fragilizadas financeiramente.

Muitos “espertinhos” tiram proveito dessa situação para aplicar golpes com promessas enganosas com vagas de emprego falsas.

Promessa de vaga garantida

Há muitas agências que anunciam vagas de empregos com vaga garantida. Geralmente, esse tipo de agência vai exigir que a pessoa pague por um curso, treinamento, processo de coaching, melhoria no inglês ou a compra de consultoria de serviços de carreira que o habilitará para o suposto cargo e depois some ou deixa de entrar em contato.

Lembre-se que uma empresa séria vai, antes de tudo, entrevistar ou testar os candidatos para não fazer contratações ruins. Não há como garantir vagas.

Pagar para ficar com a vaga

Você faz entrevistas, entrega documentos ou até mesmo passa por um treinamento. Depois ou até mesmo antes de tudo isso, você é informado de que precisa pagar para fazer um exame, para passar por um teste psicológico ou simplesmente para ter direito à vaga.

Serviços de recrutamento são pagos pelas empresas e não pelos profissionais.

Salário alto demais ou benefícios muito vantajosos

Se o salário é bastante superior à média do mercado, os benefícios são muito vantajosos ou há um aviso em destaque dizendo que não é necessário experiência, desconfie. Provavelmente é um esquema que exigirá que você pague alguma taxa ou faça um curso.

As companhias só pagam salários elevados para profissionais com sólida experiência, altamente qualificados e que subiram de cargo gradualmente.

O currículo precisa de ajustes

Por telefone, e-mail ou mesmo presencialmente, um recrutador fala que você tem o perfil perfeito para determinada vaga e até elogia suas qualificações. Mas aí ele diz que o seu cadastro precisa ser refeito ou que algumas competências suas precisam ser melhoradas.

Não se deixe levar pelo medo de perder a suposta vaga. É bastante provável que você tenha que pagar por isso ou para fazer um curso que vai deixar o seu perfil “completo”.

Caso você realmente precise de alguma habilidade complementar, a empresa que contratar você, irá cuidar do seu treinamento sem cobrar nada por isso.

Pesquise a agência ou empresa que oferece o emprego

Mesmo que uma empresa ou agência não levante suspeitas, vale a pena pesquisar sobre ela no Google, em grupos do Facebook, no LinkedIn e até em serviços como o Reclame Aqui.

Fazendo isso, você vai conseguir encontrar rapidamente relatos de pessoas que receberam ofertas de trabalho duvidosas da companhia ou agência.

Só use sites de empregos reconhecidos

Há muitos sites de empregos com ofertas falsas por aí. Se você quiser utilizar algum desses serviços, faça uma pesquisa antes de se cadastrar. Note, porém, que alguns são pagos.

A rede social LinkedIn também é um bom canal para encontrar vagas, e é gratuito.

No caso de concursos públicos, sempre entre no site da instituição pública pretendida para saber qual entidade irá cuidar do processo.

Previna-se:

- Antes de assinar qualquer documento, verifique se existem reclamações referentes à empresa nos órgãos de defesa do consumidor.

- Faça uma pesquisa sobre a empresa na internet e verifique se tem CNPJ e se está tudo certo com o seu registro.

- Consulte o cadastro de reclamações do Procon, as redes sociais e o Reclame Aqui para verificar se existem reclamações contra a empresa em questão.

- Antes de assinar qualquer documento, leia todos os termos com muita atenção.

- Ao participar de processos seletivos, não aceite pagar por encaminhamento de currículo e nem por testagens.

- Guarde cópias e comprovantes de tudo para o caso de ser necessário fazer denúncia às autoridades ou recorrer aos meios judiciais.

- Em caso de problemas, não hesite em procurar uma delegacia de polícia ou pedir orientações a um advogado.

Boa semana!

Fiquem com Deus!

Veja Também

Artigo

Mudanças climáticas - Parte 3

13 Feb 2019, 18h47
Artigo

Turismo no meio do mato

14 Feb 2019, 16h26