Opinião

COMPARTILHE

Codam avalia 33 novos projetos industriais

29 Ago 2019, 15h34

Crédito: Divulgação

O Governo do Estado realizará hoje, 29, no auditório da Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam), às 10h, a quarta reunião do Codam deste ano, a qual avaliará pauta com investimentos de R$ 667 milhões, distribuídos por 33 projetos industriais. A previsão é que sejam criados 1.427 empregos, no período e até três anos.
Os destaques da reunião são os projetos para a produção de televisores da Song Indústria e Comércio estimado em R$ 170 milhões. A Daikin apresenta proposta para a fabricação de ar-condicionado ao custo de R$ 43 milhões, e a Giga Indústria e Comércio pretende investir R$ 42 milhões para produzir fios e cabos conectores.

O Codam é a instância do Governo do Estado responsável pela aplicação da política de incentivo fiscais do Estado. O Conselho é composto por 18 conselheiros, entre os quais representantes de entidades de classe como Fieam, Suframa, Prefeitura de Manaus, e órgãos de fomento e pesquisa, como Afeam e Fapeam e outras secretarias como a Sefaz e Setrab.

Nas três primeiras reuniões do Codam em 2019, foram aprovados 85 projetos que somam investimentos de R$ 2,129 bilhões. A criação de empregos no período de até três anos é de 2.688 vagas abertas no mercado de trabalho.

Escândalo Seduc I

A Assembleia Legislativa vai convidar o empresário Francisco Luiz Dantas, a dar explicações sobre as denúncias de corrupção envolvendo a empresa e a Seduc. O convite ao empresário teve apoio unânime dos parlamentares, entre eles o deputado Fausto Jr. (PV). “Temos que averiguar todos os fatos. Saber quem são os favorecidos pelo esquema de corrupção, conforme disse o empresário. Ele fez sérias denuncias envolvendo a Seduc, funcionários públicos e até um político. Chegou a hora do empresário revelar os nomes”, cobrou.

Escândalo Seduc II

Fausto Jr. destacou que o ex-deputado e ex-secretário da Seduc, Luiz Castro, colocou-se à disposição da Assembleia Legislativa para dar explicações. “Luiz Castro se afastou do cargo para cuidar da saúde e não prejudicar as investigações na Seduc. Ele garantiu que, no momento oportuno, irá à Assembleia dar explicações. O deputado garantiu que é compromisso da Assembleia buscar a verdade, conforme deseja a sociedade. “É uma cobrança de toda a população. A Assembleia tem a obrigação de investigar as denúncias”, finalizou.

Sem licitação

Diante dos escândalos envolvendo contratos sem licitação para fornecimento de merenda e transporte escolar para escolas da capital e interior da rede pública estadual de ensino, o deputado federal Sidney Leite (PSD) vai acionar o Ministério Público Federal (MPF) para que investigue essas denúncias. Parte dos pagamentos a esses contratos são feitos com recursos federais, a exemplo do Fundeb. “É muito grave o que está acontecendo no Amazonas, especificamente na Seduc, no que diz respeito ao transporte e merenda escolar”, criticou o deputado.

Japoneses

A Câmara de Comércio e Indústria Nipo-Brasileira do Amazonas (Kaigisho)  reuniu terça-feira, 27, com gestores da Suframa. O encontro teve por objetivo a apresentação das propostas de trabalho da autarquia e discussão de sugestões de dirigentes de empresas japonesas instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM). No momento, a Kaigisho informou que a contribuição das empresas japonesas na ZFM representou, em 2017, 15% do faturamento do parque fabril. Além disto, 16% dos empregos gerados no PIM estavam em empresas japonesas. 

ZFM assegurada

Designado pelo presidente da Aleam, Josué Neto, para representar a a Casa durante reunião sobre a Reforma Tributária, na segunda-feira (27) em Brasília, o deputado Saullo Vianna (PPS) usou a tribuna na Sessão desta quarta-feira (28), para dizer que “trouxe boas notícias para o Estado”.  Segundo o parlamentar, tanto o deputado Rodrigo Maia quanto o senador Davi Alcolumbre se comprometeram em defender, na Câmara e no Senado, a Zona Franca de Manaus de maneira que não tenha prejuízo com a aprovação da Reforma Tributária.

Zoneamento Ecológico

O deputado Adjuto Afonso (PDT) repercutiu a informação de que o governo do Estado vai priorizar o Zoneamento Ecológico Econômico, conforme discutido no encontro entre os governadores da Amazônia Legal e o presidente Jair Bolsonaro (PSL), em Brasília. Na ocasião, o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), solicitou mais estabilidade para a região. “A falta de conhecimento se essas terras onde acontecem essas queimadas, são privadas ou devolutas  dificultam o governo a ter uma ação mais enérgica”, salientou o deputado. 

Primeira infância

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), Joelson Silva (PSDB), recebeu da juíza da Infância e Juventude, Rebeca Mendonça Lima, o convite para participar do 2º Seminário do Pacto pela Primeira Infância – Região Norte. O evento será promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), nos dias 19 e 20 de setembro. Na oportunidade será firmada a adesão dos atores da região ao projeto. “A Câmara Municipal de Manaus não poderia ficar fora dessa importante discussão”, afirmou o presidente da CMM.

Closet de emprego

Durante discussão, no Câmara Municipal de Manaus, sobre a constitucionalidade do Projeto de Lei que cria três cargos de assessor no Conselho de Gestão Estratégica da Prefeitura de Manaus, o vereador Chico Preto afirmou que a matéria tem como objetivo adicionar mais integrantes ao “closet de cabides de emprego”. “As três atividades já existem na administração direta. A justificativa deste projeto me leva a creditar que o que está sendo criado aqui é mais uma cruzeta no closet de cabides de empregos Prefeitura”, afirmou.

Frases 

“É muito grave o que está acontecendo no Amazonas”- Sidney Leite - deputado federal (PSD/AM) – referindo-se a escândalos envolvendo contratos sem licitação na Seduc

“É uma cobrança de toda a população” - Fausto Jr.- deputado estadual (PV)- Sobre denúncia de corrupção na Seduc

Veja Também

Frente & Perfil

Economia em recuperação

30 Aug 2019, 08h44