COMPARTILHE

Cinco segredos do mundo do e-commerce segundo os profissionais

Conversamos com um expert em negócios digitais para saber o que ninguém conta

Por Redação

28 Fev 2019, 19h20

Crédito: Divulgação

Há muito tempo, os dias de compras na lojinha da esquina estão perdendo espaço em nossas vidas. O mercado das compras online segue crescendo como um rolo compressor, subindo 24,8% em todo o mundo em 2017 e tendo a Amazon como o grande pilar desse segmento (com uma receita líquida de quase 200 milhões de dólares). Apesar desse crescimento e da enorme oportunidade que este mercado representa para os empresários do mundo todo, muitos dos que se iniciam nesse mundo cometem erros que acabam custando caro e colocando em risco o valor de uma marca.

Conversamos com Lucas Coppi, coordenador no Brasil do REVIEWBOX, site especializado em Guias de Compra e auxílio ao consumidor, para que eles nos contasse alguns segredos do mundo dos e-commerces que só quem já faz parte deste mundo conhece. Para ele, um bom produto e uma loja online de design amigável e bonito são importantes, mas é preciso ir além, já que todos os competidores sabem disso.

Com isso em mente, confira as outras dicas:

1) Construa um público de pré-lançamento

Muitos empresários cometem o erro de criar a sua loja online e só começarem a comercializar após o lançamento. O problema é que os esforços de marketing digital geralmente levam tempo até serem notados. Enquanto isso, haverá taxas de hospedagem e outras despesas envolvidas e você não terá uma receita para cobrí-las.

“O ideal é começar a campanha de marketing bem cedo e ir criando um público em torno da marca mesmo antes do lançamento”. As redes sociais, segundo Lucas, são excelentes para começar a interagir com o público-alvo através de concursos, sorteios e distribuição de brindes.

2) Interaja com seus clientes

Construir uma forte identidade de marca é uma necessidade absoluta, pois permite que você forme uma conexão emocional com seu público-alvo. Quando você consegue cultivar relacionamentos sólidos com seus clientes mais apaixonados, pode aproveitar o entusiasmo deles para o “boca a boca” online e offline. Não tenha medo de entrar em contato com seus principais clientes com mensagens personalizadas pedindo um depoimento ou simplesmente para obter informações sobre seus produtos e serviços. Use as redes sociais para isso também.

Quanto mais você personalizar essas interações, maior será a probabilidade de seus clientes se tornarem verdadeiros "embaixadores da marca" e impulsionarem novos negócios.

3) Concentre-se no valor do seu cliente

Converter clientes online é difícil. A maioria das estimativas coloca a taxa de conversão média entre 1% e 3%. Por isso, cada venda precisa valer. Você não estará no negócio por muito tempo se seu cliente médio gastar alguns poucos reais e nada mais. Para se ter sucesso no mundo dos e-commerces, é necessário se concentrar no valor do cliente durante sua “vida útil” (CLV - Costumer Lifetime Value) e não apenas na venda inicial.

Isso se traduz em qualidade de serviço e acompanhamento constante. Uma das melhores maneiras de fazer isso é através do email marketing. “Uma campanha de e-mail de qualidade permite saber o que o cliente achou de sua primeira compra como também serve de recordatório em datas importantes ou durante temporadas especiais, como as festas”.

4) Aproveite o poder do remarketing

A maioria dos profissionais de comércio eletrônico investe uma quantia alta de seu orçamento em marketing, com o objetivo de conseguir que novos clientes visitem seu site e comprem. Mas e as pessoas já compraram no site? A técnica para atingir esses clientes se chama remarketing e deve estar em seus planos. Estudos apontam que clientes que já compraram alguma vez não só estão mais propensos a comprarem outra vez, como a gastar mais. Certifique-se de criar campanhas direcionadas diretamente a estas pessoas.

 

Veja Também

Economia

Comodidade do e-commerce atrai mais

10 Mar 2018, 00h00