Economia

COMPARTILHE

Cigás amplia no setor comercial

Por Hellen Miranda hmiranda@jcam.com.br

30 Set 2016

 

Presente no Amazonas em 60 pontos de consumo de gás natural, entre termoelétricas, indústrias, comércios e postos de combustíveis a Cigás (Companhia de Gás do Amazonas) inicia o trabalho para a expansão de mercado com foco no segmento de varejo (comercial e residencial). Atualmente, mais de 60% da energia distribuída na cidade é gerada por uso do gás natural e a empresa possui uma rede de distribuição de 90 km. Com investimento orçado em R$ 5,5 milhões, está sendo expandido para o segmento de varejo aproximadamente 5km de gasoduto na região do Vieralves. Desde 2008, a Cigás já investiu mais de R$ 228 milhões em sistema termelétrico na região.
Segundo os números da Companhia, 34 empresas do PIM (Polo Industrial de Manaus) já consomem gás natural além de cinco clientes no segmento comercial, como shoppings, hotéis e lavanderia. Estão também na lista de consumo 15 termelétricas e seis postos automóveis com fornecimento de GNV (Gás Natural Veicular). "Mas a expansão mais expressiva será em 2017 com a conclusão da rede do Conjunto do Vieiralves, devido haver uma concentração forte de residências e comércio, saindo da implementação apenas perto da indústria. Agora o foco é o varejo", afirma o diretor Técnico e Comercial da companhia, Clóvis Correia Júnior. A empresa também possui contrato para fornecimento do gás natural no bairro Adrianópolis com previsão do início da distribuição no próximo ano.
De acordo com Clóvis Júnior, a expansão do gasoduto em Manaus começou há três anos e teve bom desempenho no período da crise econômica do país. "Isso é extremamente interessante, porque pegamos o meio da crise financeira e ainda conseguimos a partir do gás natural prover uma competitividade maior com as empresas. De alguma forma a crise ajudou a vender mais e nós tivemos um crescimento em 2015 de 14% nas vendas da Cigás, sendo reflexo das vantagens ambientais e logísticas do gás natural, mas essencialmente pelo ponto principal que é o preço", explica. O investimento total da Companhia até 2016 está orçado em R$ 228 milhões. "Mas já estamos fazendo o plano anual, que deve ser concluído em até 60 dias e com isso será possível saber os valores para os próximos anos", garante o diretor Técnico.

Falta de investimento
Na avaliação do diretor Técnico e Comercial da Cigás, Clóvis Júnior, mesmo com tantas vantagens na utilização do gás natural, ainda há bloqueios para o maior investimento no segmento, principalmente por parte das empresas. Segundo ele, entre os motivos para o bloqueio estão a questão da comunicação e a dualidade da crise econômica do país. "Acho que talvez falte um pouco de conhecimento das vantagens do uso do gás natural, mas tem o aspecto que temos que considerar que é a situação econômica. Devido à redução de vendas de seus produtos, muitas empresas dificilmente vão fazer um investimento na mudança de matriz energética, apesar de não ser tão expressivo, mas não deixa de ser investimento. Talvez o momento econômico tenha essa dualidade, o gás é um ótimo vetor para esse momento, porque possibilita a redução de custos, mas por outro lado para as empresas tomarem essa decisão elas precisam acreditar no crescimento do negócio", argumenta.
Segundo ele, o empresário consegue ter uma economia significativa só considerando a troca do combustível. "Isso sem falar do aproveitamento que pode render a economia de 40% e chegar 50%, dependendo do segmento e das oportunidades dentro da própria empresa", disse Clóvis Júnior. Atualmente o gás pode ser usado para climatização, empilhadeira, estufa, fornos, refeitórios, lavanderia, chuveiro entre outros.

Workshop de soluções energéticas

Para promover o gás natural e disseminar as diversas formas de consumo, a Cigás (Companhia de Gás do Amazonas) realizou o primeiro Workshop Soluções Energéticas a Gás Natural, nesta quinta-feira (29), no Hotel Caesar Business, na zona Centro-Sul de Manaus. O evento foi destinado a empresas que utilizam ou pretendem utilizar o combustível fóssil em Manaus.
Segundo Clóvis Júnior, o workshop tem por objetivo oferecer soluções energéticas para consumidores que buscam aproveitar o combustível em novas aplicações. "A Cigás mudou o posicionamento estratégico, que antes pelo seu objeto social tinha a missão de comercializar e distribuir gás natural canalizado para diversos segmentos. Percebemos que vender o gás para o cliente é só uma parte da solução que ele precisa, então também estamos vendendo soluções energéticas e outras oportunidades dentro da empresa", conta.


Durante o evento houve apresentações sobre o cenário do gás natural no Amazonas, soluções energéticas para geração e cogeração de energia, linhas de financiamento pelo Basa (Banco da Amazônia) e depoimentos de clientes da Cigás.

Vantagens do gás natural

O gás natural residencial pode ser utilizado para cocção de alimentos, churrasqueiras, aquecimento de água, tanto na cozinha como no banheiro, até mesmo em piscinas. A vantagem do fornecimento contínuo, via duto, dispensa a necessidade de estoque ou acúmulo de combustível, o que possibilita o aproveitamento de mais espaços nas áreas comuns dos condomínios e, por ser mais leve que o ar, a dispersão do gás natural na atmosfera é mais rápida em caso de vazamento, reduzindo os riscos de acidentes.
Em empreendimentos comerciais, o gás natural também é uma alternativa econômica e prática de geração de energia, climatização, cocção, uso em caldeiras, fornos, estufas, dentre outros, com mais eficiência e segurança que os demais combustíveis.

Veja Também