Polo Industrial de Manaus

COMPARTILHE

Câmara dos Deputados comemora aniversário da Zona Franca de Manaus

Por Agência Câmara Notícias

16 Mar 2019, 13h26

Crédito: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados promoveu sessão solene na sexta-feira (15) em homenagem ao aniversário de 52 anos da Zona Franca de Manaus e da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). 

Em discurso lido em Plenário, o presidente Rodrigo Maia ressaltou o potencial da iniciativa para o desenvolvimento do País. “Atrair pessoas para desenvolver tecnologias em localidade tão distante dos grandes centros econômicos era um enorme desafio, mas o desafio foi vencido”, disse.

O deputado José Ricardo (PT-AM), um dos autores do requerimento para realização da solenidade, destacou que o Amazonas depende do polo industrial. “Muitos não sabem o que é produzido na Zona Franca. Nós temos o desafio de tentar desmistificar e levar informações a todos”, afirmou.


A Zona Franca é um modelo econômico de desenvolvimento criado ainda no governo de Juscelino Kubistchek, apesar de ter sido efetivada 10 anos mais tarde. Empresas que se instalem na região têm isenções de impostos e incentivos.

Atualmente, existem cerca de 600 indústrias na Zona Franca de Manaus, que comercializam diversos tipos de produtos químicos, eletrônicos, informáticos, automobilísticos, entre outros. Embora o polo industrial seja o mais destacado, a zona engloba ainda um polo comercial e outro agropecuário.

O deputado Marcelo Ramos (PR-AM) destacou que a zona franca representa apenas 8,5% dos gastos tributários do País, enquanto a região sudeste concentra 52,5%. “Se nós precisamos iniciar um debate sobre revisão de incentivos fiscais, o local para começar esse debate não é no Amazonas”, afirmou.

Melhorias

O órgão responsável pela fiscalização e administração do local, a Suframa, também completou 52 anos de existência. O novo superintendente do órgão, coronel Alfredo Menezes, ressaltou o objetivo de alcançar todos os municípios da área de abrangência da Superintendência. “Precisamos aprimorar mecanismos, melhorar o ambiente de negócios, aumentar o estoque de estruturas física e logística, e intensificar nossas exportações”, recomendou.

Para o prefeito de Manaus, Arthur Vigílio, investimentos são necessários para o funcionamento correto do polo industrial. “Nós temos falência de infraestrutura, nossa telefonia celular não funciona, nossa internet é precária”, lamentou.

Veja Também

Follow-Up

Debates sem patentes

09 May 2019, 12h57
Artigo

ZFM: 52 anos após

07 Mar 2019, 15h46