Política

COMPARTILHE

Bolsonaro vê região Amazônica como estratégica para o país

Por Karine Pantoja

27 Jul 2019, 11h43

Crédito: Karine Pantoja

Antes de realizar a primeira atividade oficial de sua agenda, o presidente da república Jair Messias Bolsonaro, sobrevoou o polo industrial de Manaus, juntamente com o governador Wilson Lima, onde afirmou que a Amazônia é estratégica para o Brasil e trabalhará para que o estado seja integrado.

“A Amazônia é estratégia para o Brasil, tanto é que o mundo está de olho aqui, mas mudou o governo federal, mudou o governo estadual e a Amazônia é nossa e juntos nós vamos trabalhar para que cada vez mais esse estado seja integrado ao Brasil”, disse.

De acordo com o governador do Estado Wilson Lima, durante o encontro foram discutidas providências sobre a obra da BR-319 e sobre a Zona Franca de Manaus. “A visita do presidente da República ao Amazonas é muito simbólica, num momento em que se avizinha a reforma tributária. E, hoje, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente deram essa tranquilidade de que o Estado do Amazonas vai ser ouvido durante essas discussões. Com um compromisso de garantir também, no texto da Constituição, a excepcionalidade da Zona Franca de Manaus", afirmou Wilson.

Ao ser questionado durante entrevista coletiva, sobre a conclusão da BR 319, o presidente Jair Bolsonaro, afirmou que a mesma deve ser asfaltada ainda neste mandato.  “A questão da BR 319 é uma questão ambiental, nós estamos dando sinalização concreta deque vamos atendê-los, por que há interesse nacional nisso, estamos com a reforma da previdência em andamento, e com certeza esta é uma das obras prioritárias nossas”, disse.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu a manutenção da ZFM, e afirmou que a proposta de reforma tributária que está na Câmara não é a do governo. “Nós sabemos da importância da estrutura tributária atual para a região, a nossa proposta deve sair daqui a pouco e evidentemente levaremos tudo isso em consideração ao apresentarmos a proposta”, relata Guedes.

Homenagem

Ainda no início da manhã desta quinta-feira (25), alunos do Colégio Militar da Poli´cia Militar do Amazonas, Unidade V (CMPM 5), receberam das mãos do, medalhas e certificados de reconhecimento pelo bom desempenho dos estudantes que foram premiados com quatro medalhas na World Mathematics Invitational, que aconteceu no Japão.

O presidente Bolsonaro, disse estar emocionado e que, o investimento na educação é também dar autoridade para o professor.  “É impossível não se emocionar em um momento como esse. O que liberta um homem e uma mulher, é o conhecimento. Investir na educação não são apenas recursos como alguns pregam por aí. Investir na educação é dar meios para que o professor possa exercer a sua autoridade em sala de aula e, dessa forma, poder fazer com que os alunos realmente aprendam”, afirmou.

O presidente chegou ao Colégio Militar da PM de helicóptero, acompanhado do governador do Estado, de ministros e parlamentares e foi recebido pelo secretário de Educação do Amazonas, prof. Luiz Castro, e por comandantes da Policia Militar, Cel Ayrton Norte, diretora do CMPM 5, Ten Cel Jadna Barros e o diretor do CMPM 3, Ten Cel Alisson Lima.

O CMPM 5 e o CMPM 3, ambos de Manaus, foram as únicas escolas públicas que tiveram representantes na competição internacional. Os alunos receberam ajuda do Estado para poderem viajar e seguirem na competição.

Manifestantes pró-bolsonaro

Cerca de 30 pessoas aguardavam a chegada do presidente Jair Messias Bolsonaro, na Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). Aos gritos de “Mito” o grupo chegou a portaria da Suframa por volta das 09h, porém não conseguiram chamar a atenção do presidente, que entrou e saiu pela Portaria 3 do prédio, e não teve qualquer contato com os seus apoiadores.

Veja Também