Educação

COMPARTILHE

Barco Escola Samaúma gera homenagem na Assembleia Legislativa

Por Redação

16 Mai 2019, 12h07

Crédito: Ney Xavier

O Barco Escola Samaúma foi homenageado na terça-feira, 14, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), por uma iniciativa do deputado Adjuto Afonso (PDT). O programa completou 40 anos em fevereiro de 2019, e totaliza 60 mil pessoas atendidas nos municípios da região Norte do país. A iniciativa foi do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Amazonas) e faz parte das ações de responsabilidade social do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam). 

O autor da propositura, deputado Adjuto Afonso, destacou a importância do serviço oferecido pelo programa ao interior do Estado, promovendo cursos de qualificação, que resultam no crescimento pessoal e do município. 

"É uma alegria estar aqui fazendo essa justa homenagem ao barco Samaúma. São 40 anos de bons serviços prestados ao interior do Estado. Os dois barcos já alcançaram 60 mil pessoas, eu já tive oportunidade de presenciar em um município esse trabalho. Isso é disseminar a educação profissional, é promover a geração de novos negócios, de emprego e de renda em municípios distantes dos centros comerciais", disse o parlamentar.

O presidente da Fieam, Antônio Silva, agradeceu à Casa Legislativa pela homenagem ao Senai, e destacou o trabalho realizado através do programa que viabiliza oportunidade de aprendizado às populações ribeirinhas ao longo desses anos. 

"A Federação das Indústrias por meio do Senai tem o privilégio de contribuir há 40 anos para a disseminação da educação profissional e transformação da vida de milhares de brasileiros que moram nos locais mais distantes da Amazônia. Para chegar até as cidades distantes, de difícil acesso à educação profissionalizante a diretoria de nossa entidade aprovou o projeto inovador de construir uma escola itinerante", disse o presidente. 

O Barco Escola Samaúma foi inaugurado em 17 de fevereiro de 1979, o sucesso da unidade fluvial motivou o Senai a iniciar o projeto de construção do Samaúma II, inaugurado em fevereiro de 2014, tornando-se realidade para reforçar o trabalho, com uma embarcação mais moderna e com atualizações tecnológicas importantes, principalmente do ponto de vista ecologicamente correto.

O Barco Escola percorre não apenas os municípios do Amazonas, mas também do Amapá, Pará, Acre, Roraima e Rondônia, levando cursos de marcenaria, mecânica, informática, alimentos, atendimento ao cliente, eletricidade, construção civil, meio ambiente, dentre outros, totalizando mais de 30 cursos de qualificação.  

A estrutura de ambos os barcos conta com uma equipe fixa de docentes, formada por oito instrutores, além da tripulação de cinco marinheiros, um administrativo e um coordenador. Os barcos cumprem uma programação desenvolvida em dois meses e meio, período em que permanecem ancorados nos municípios anfitriões. 

A maior parte dos cursos é oferecida nos laboratórios e salas de aula do próprio barco, como informática e operador de microcomputador, mas algumas atividades são desenvolvidas em espaços cedidos pelo município visitado.

A Sessão foi presidida pela deputada Alessandra Campêlo (MDB), vice-presidente da Aleam. Os deputados Dermilson Chagas (PP), Belarmino Lins (PP), Serafim Correa (PSB) e Carlinhos Bessa (PV) participaram da solenidade e expressaram os parabéns ao dirigentes do programa.

Prestigiaram a solenidade os representantes de órgãos públicos: Rafael Figueiredo, Procurador Geral do Município; vereador Diego Afonso (PDT); Brigadeiro Maurício Carvalho Sampaio, do Comando Regional da Aeronáutica; Rogério Ferreira, Diretor Regional do Senai; Fábio Alho, Superintendente da Agência Reguladora dos Serviços Públicos; e, Jorge Vasquez, da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplancti).

Veja Também

Economia

Barco leva educação aos jovens

20 Dec 2007, 00h00