Opinião

COMPARTILHE

A magia da comunicação

Mais interessante seria pensar como a magia da comunicação tem sido vivida em todos os ambientes

Por Cíntia Lima

11 Jul 2019, 11h46

Crédito: Divulgação

Quando pensamos em comunicação, ou melhor, em processo de comunicação, é comum vincularmos aos elementos que o compõem e identificar dentro destes elementos o que podemos fazer para mudar ou melhorar e assim conseguirmos ser compreendidos pelos outros, ou até para que não seja somente o que digo, mas como digo.

Pensando nestes elementos “mágicos”, vamos ao emissor, aquele que transmite a mensagem, aquele que é responsável para que a comunicação realmente seja processada e chegue exatamente o que deveria chegar no receptor. Este por sua vez, conseguir filtrar todas as informações verbais e não verbais, sem ruídos e sem juízo de valores que o impeçam de realmente receber a mensagem pelo canal mais viável e adequado. Bem, disso talvez já saibamos ou se não, temos por este breve parágrafo a oportunidade de sermos estimulados a pesquisar algo como: o que é mesmo o processo de comunicação?

No entanto neste artigo, o mais interessante seria pensar como a magia da comunicação tem sido vivida no trabalho, em casa, com os amigos e em todos os ambientes para que possa ser entendido por você e pelos outros de uma forma clara e transparente o suficiente que evite desentendimentos, distorções, falta de credibilidade, etc. 

E porque isto é magia? Porque comunicar é um poder único de transformar, de seduzir, de construir uma fantasia, afinal, a capacidade de ser compreendido nos encaminha para uma capacidade única de gerar ação e de fazer acontecer. A sua comunicação pode estabelecer um diálogo interno tão fortalecedor que todo e qualquer obstáculo mental será apagado, gerando um novo significado e impulsionando para fazer o que precisa fazer para conquistar o que quiser conquistar. Neste sentido, vamos para algumas reflexões:

- Você tem conversas positivas com você mesmo, comunicando que é capaz?

- Você fortalece seus pensamentos com palavras de otimismo e encorajamento?

- Você procurar encontrar em sua mente frases que impulsionem você para ação?

- Existe um turbilhão de fortalecedores mentais que reforçam que é possível?

Suas certezas internas e pensamentos do “bem” farão com que você tenha sentimentos tão bons que inevitavelmente cheguem na sua comunicação externa e possa estabelecer o melhor vínculo em sua postura e palavras para com você e com os outros. Quer tentar?

Reflita sobre a cena: Você vai em uma festa bem decorada, um som produzido no volume, no ritmo, na afinação perfeita, muita gente sorrindo embalados por papos que parecem extremamente agradáveis e pessoas alegremente dançando na pista como se não fosse possível perceber quem leva quem ou quem guia os passos, em uma sincronia perfeita. Nesta cena, por uns minutos, você para e observa atentamente, isto é a magia da comunicação.

Na psicologia, falamos deste cenário com a comunicação plena – Rapport. Em poucas palavras, como estabelecer este processo? Quando estiver conversando com alguém, fique na mesma posição corporal dela, se ela mudar de posição, de forma discreta mude também, mas faça com naturalidade, é como se estivessem sintonizados na mesma onda e como espelho, ele passará a ter mais confiança no que você diz. Importante reforçar que o que você fala é verdade e está dentro de um contexto de valores, porque o inconsciente também sinalizará para o seu interlocutor as “intenções negativas”.  Palavras e seu ritmo são fórmulas mágicas de estabelecer o rapport. 

Além do diálogo interno e do rapport, uma outra fórmula mágica para a comunicação pode ser estabelecida por sua capacidade de transmitir, ensinar, convencer através do 1, 2, 3 Comunicar:

1 – Impacto: comece gerando surpresa, provocação, algo que seja inusitado para buscar a atenção no que você vai falar.

2 – Repetição: Todo comportamento é hábito e todo hábito foi gerado exatamente pela repetição, então ela é a “mãe” do aprendizado. Sempre que estiver falando, ensinando, contando algo, não exite em repetir para que possam ser fixadas as informações e os argumentos principais. 

3 – Interiorização: Faça com que o conhecimento realmente faça parte de você.

O maior e mais poderoso reforço que posso fazer sobre a mágica de comunicar-se é que não podemos e não devemos tratar as pessoas do nosso modo ou da maneira como você prefere, mas sim do modo como elas gostariam de ser tratadas, afinal, comunicar tem sempre a ver com alguém que vai receber e cada pessoa tem uma preferência e um sistema único de como melhor aprende. Existem pessoas que são mais visuais – conectam mais com o que conseguem visualizar, outras mais auditivas, estão atentas aos sons, ao ritmo, ao tom e aparatos do som e algumas mais cinestésicas, que percebem e sentem mais o movimento, os gestos. Faça a magia de ser “poliglota” na arte de comunicar com todos os sistemas.

No fim, uma dica importante e tão mágica quanto as demais, a primeira pessoa que precisa acreditar no que diz é você mesmo. Vamos que vamos, encantar através de perguntas simples em cada processo de comunicação, como: O que estou querendo comunicar? Com quem estou me comunicando? Como estou usando os recursos da comunicação? Em que contexto estou comunicando? Em qual momento eu estou gerando esta comunicação? Qual é mesmo o objetivo desta comunicação?

No fim da linha? Uma mágica acontecerá dentro de você e ao seu redor. Vamos que vamos, porque temos muito para dizer, mesmo que não precise tirar nenhuma palavra da cartola.

*Cintia Lima é psicóloga, master coach e mentora organizacional - cintialima@coachcintialima.com - 92 981004470

Veja Também

Artigo

A luta desigual pela Previdência

11 Jul 2019, 11h56